CNH Digital – Como fica para 2021? Quem tem direito?

A Carteira Nacional de Habilitação Digital (CNHe) é uma iniciativa do Detran que visa facilitar a vida dos motoristas, prevenindo o caso de perda por dano ou furto do documento físico. Ela tem a mesma validade do documento impresso, ou seja, em uma blitz ou quando solicitada por uma autoridade policial, o documento pode ser usado sem problemas.

Para obter a CNH Digital é necessário ter a carteira de habilitação que possua o QR Code em seu verso, que são emitidas desde 2017. É possível acessar o documento com o QR Code, através do aplicativo para celular. A CNH eletrônica (CNHe) é disponibilizada pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO) desde junho de 2018. O aplicativo que dispõem o documento de forma tanto online quanto off-line é a Carteira Digital de Trânsito (CDT). Para além da carteira de habilitação, o documento também leva a versão digital do documento do veículo, o CRLV Digital.

A CNH digital está disponível para todos que possuam o QR Code em seus documentos físicos, quase metade, 27 milhões dos 60 milhões de motoristas do país. Quem não possui o código deve se informar com o Detran local sobre o procedimento para obtenção do código e da CNH digital.

Novidades e Previsões

Uma excelente novidade da CDT é a possibilidade de comunicar diretamente ao proprietário do veículo em caso de recall da fábrica. O recall acontece quando o fabricante de veículos identifica alguma possível falha no mesmo, que deve ser reparada. Muitas vezes são milhares de veículos que precisam realizar o reparo ou substituição de peças, mas cerca de 43% dos pedidos de recall não são atendidos no Brasil. A comunicação direta com os proprietários facilita muito o processo de recall, que pode prevenir acidentes e mortes, sendo uma garantia a mais de segurança no trânsito.

Está previsto para o ano de 2021 a substituição definitiva da CRLV impressa para a versão digital no estado do Paraná, onde o processo ja vem acontecendo há pelo menos 3 anos e tem gerado grande economia e facilitado a vida dos motoristas. A medida deve ser adotada também pelos outros estados em breve.

Passo a Passo

Obter sua CDT é simples e prático. Siga o passo a passo:

1 – Instale o aplicativo “CDT – Carteira Digital de Trânsito” no seu smartphone (Android e Apple);         

2 – Cadastre o usuário

  • Com o app instalado, abra e selecione: “Entrar com gov.br”
  • Informe o CPF e selecione “Próxima”. (Tela do Gov.br)
  • Na próxima tela será informada a senha do usuário. Caso o usuário não possua conta no Gov.br, deverá criar uma conta.  Após criar a conta,  deve retornar ao aplicativo e clicar em “Entrar com gov.br”.

3 – Baixar CNHe

  •  Após efetuar o login, selecione a opção “Habilitação”, em seguida selecione “Toque aqui para adicionar a sua CNH”;
  • Caso não esteja habilitado, o usuário deve escolher um módulo de autenticação, são eles: “Validação pelo celular(Validação Facial), Certificado Digital (Portal de Serviços Denatran), Sem certificado digital (Validação de balcão do Detran)
  • Caso opte pela validação facial o usuário deverá:
    • Informar o CEP à época da emissão da CNH Física;
    • Efetuar a leitura do QR Code;
    • Realizar a Validação Facial, seguindo as solicitações do aplicativo;
    • Após a validação facial, informe o número do telefone;
    • A CNHe deverá estar disponibilizada em seu smartphone;

4 – Baixar CRLV

  • Após efetuar o login, selecione a opção “Veículos”, em seguida informe o número do Número de segurança do CRV (antigo DUT) e o numero do Renavam.
  •  Selecione “incluir”;
  • Estará disponibilizado o CRLVe em seu smartphone

Comente